A Aldeia Maracanã ocupa o espaço do prédio histórico do primeiro Museu do Índio, antiga FUNAI.

Desde 2006, a aldeia está em luta para fazer desse espaço a primeira Universidade Indígena do Brasil. Esse povo passou por diversas tentativas de remoção, mas resistiu sob muito sangue e luta.

O prédio e seus ocupantes se encontram abandonados pelo Governo, sem telhas, sem saneamento básico, com a estrutura ruída e à beira do desabamento.

O EBEP-Rio lança, nessa XIX Jornada, a campanha “Uma Telha para a Aldeia”, que visa a arrecadação colaborativa de recursos para a reconstrução do prédio, garantindo à Aldeia Maracanã condições para sua luta e uma vida mais digna.

Em breve, vamos disponibilizar aqui as informações para fazer sua doação.

Colabore e ajude a espalhar essa ideia!